O que devo ter em conta ao criar uma loja online?

O que devo ter em conta ao criar uma loja online?

Loja online

O tempo encontra-se sob constante mudanças e com ele seguem as novas tendências. Atualmente para adquirir um produto, o consumidor pode optar por fazê-lo a partir de casa, desde que possua um dispositivo com acesso à Internet, algo que há alguns anos não seria possível, obrigando o mesmo a dirigir-se a uma loja física.

Se deseja abrir a sua própria loja online em Portugal, mas não sabe por onde começar…este artigo é para si! Abordamos alguns dos pontos mais importantes que deve ter em conta ao equacionar abrir uma loja online. Tudo o que precisa de saber para laborar em conformidade com a lei e com os direitos dos seus utilizadores, mas também de forma estruturada de modo a agradar e a conquistar cada vez mais clientes!

No entanto, o que realmente é uma loja online e como posso abrir uma?

Antes de pensar no processo de abertura de uma loja online, pense no produto que deseja disponibilizar, ou até mesmo o seguimento do seu mercado. Poderá fazê-lo com alguma pesquisa de mercado na Internet para ter a certeza de que existe procura para os produtos ou serviços que pretende vender.

Após ter certeza de que produto ou serviço vai vender, chegamos à fase de criação do site que o vai vender. Com a possibilidade de explorar o seu negócio a partir de qualquer lado, como a partir de sua casa, dispensando a manutenção de um espaço físico traduzindo-se numa poupança de mão-de-obra e outras despesas para funcionar.

A loja online tem algumas vantagens face às lojas físicas das quais destacamos o facto de se encontrar aberta 24h por dia, uma maior visibilidade dos seus produtos e serviços e consequentemente ter maior poder de alcançar novos clientes, tornando-se uma montra permanente e global.

Como o inWork pode ajuda-lo nesse processo?

A loja online inWork WEBSTORE está completamente integrada no seu software de gestão facilitando a sua manutenção e permite que os dados sejam detalhados e estejam constantemente atualizados, fatores extremamente importantes no sucesso da sua loja online.

As lojas online são uma tendência mundial e com grande crescimento e aceitação a nível nacional. Com a chegada do covid-19 os consumidores estão a optar por fazer as suas compras na internet evitando deslocações a lojas.

Com design personalizado e uma gestão eficiente dos stocks vai aumentar a confiança do consumidor proporcionando-lhe comodidade, liberdade e flexibilidade no seu timing de decisão.

Liberte-se do espaço físico da sua loja e esteja presente globalmente junto do seu cliente com melhor informação dos seus produtos, tornando o seu negócio verdadeiramente escalável com custos reduzidos.

Segundo a legislação portuguesa a utilização de um software certificado pela AT, com a capacidade de emitir documentos com validade fiscal e o envio mensal do SAFT-PT é obrigatório. Tenha também atenção à obrigatoriedade de comunicar ao Banco de Portugal se as suas transações ultrapassarem 100.000€ com o exterior. Aqui tem grande vantagem em utilizar uma loja online integrada que fature de imediato e sem trabalho adicional os produtos vendidos na loja online.

Que questões legais devo ter em conta na criação de uma loja online?

Abrir uma loja online em Portugal e uma possível ação em tribunal.

As entidades a que os seus clientes podem recorrer em caso de litígio deve constar da informação disponibilizada na sua loja online, bem como os tribunais arbitrais que podem mediar esses casos e o seu RAL (Centro de Resolução Alternativa de Litígio). Pode a consultar essa informação de forma mais detalhada, no portal (DGC – Direção-geral do consumidor; https://www.consumidor.gov.pt/).

No que toca à privacidade do consumidor, a sua loja online tem de cumprir com o RGPD (Regulamento Geral de Proteção de Dados) para zelar pela privacidade dos utilizadores. O que significa que poderá recolher apenas dados estritamente necessários, garantir a sua segurança, enviar informações apenas para os utilizadores que desejam recebê-la e permitir a proibição do consentimento em qualquer altura.

Um outro ponto importante a referir,ainda na proteção de dados, temos a esclarecer que ao utilizar cookies terá, obrigatoriamente, de pedir autorização aos utilizadores para recolher os seus dados, tendo em conta que os cookies são aqueles ficheiros armazenados nos computadores dos utilizadores através do browser que recolhem informações sobre o seu tipo de navegação na Internet. Para tal, o ideal é apresentar uma mensagem com um botão de call-to-action onde o mesmo possa clicar e consentir a recolha de informação.

Por fim,mas não menos importante, relativamente à legislação, nunca é demais lembrar que se deve informar sobre todas as normas e leis para lojas online em Portugal, nomeadamente a lei do e-commerce (Decreto-lei 7/2004), lei dos preços e das reduções de preços (Decreto-Lei 138/1990 e Decreto-lei 70/2007), lei do consumidor (Lei 24/1996), lei da proteção de dados pessoais e da proteção de dados e privacidade nas comunicações eletrónicas (Lei 67/1998 e Lei 46/2012), lei dos contratos código do direito de autor (Decreto-lei 63/1985) e código da publicidade (Decreto-lei 330/1990).

Por fim,mas não menos importante, relativamente à legislação, nunca é demais lembrar que se deve informar sobre todas as normas e leis para lojas online em Portugal, nomeadamente a lei do e-commerce (Decreto-lei 7/2004), lei dos preços e das reduções de preços (Decreto-Lei 138/1990 e Decreto-lei 70/2007), lei do consumidor (Lei 24/1996), lei da proteção de dados pessoais e da proteção de dados e privacidade nas comunicações eletrónicas (Lei 67/1998 e Lei 46/2012), lei dos contratos código do direito de autor (Decreto-lei 63/1985) e código da publicidade (Decreto-lei 330/1990).

Uma vez que já sabe como funciona o processo de abertura de uma loja online em Portugal e as suas obrigações, sente que precisa de ajuda profissional para começar a faturar?

Contacte-nos em https://inwork.software/

 

Deixe uma resposta